Contos:

Daniel

As Crônicas de um Zumbi Brasileiro

Daniel era gente como a gente.
Brasileiro, filho, de uma mãe raiz, desempregado, gosta de jogar no computador apaixonado pela garota bonita que mora na esquina, tantas outras coisas tão comuns.
Era.
Pouco antes do Dia das Mães, Daniel morre em circunstâncias estranhas.
Só que mãe nem filho tem ideia de como a vida deles está prestes a virar de ponta-cabeça.
O quão normal pode ser a vida de um zumbi?

Amber

Um mini spinoff de Inimigos Mortais

​Amber Hardy é mais conhecida como a vilã de Inimigos Mortais que todos simplesmente amam odiar.

Mas toda história tem um começo.

O mini-conto Amber foi escrito para participar de um concurso cultural promovido pelo grupo Fãs de Romances Sobrenaturais no facebook, onde deveríamos contar uma história com um pé no terror em até 500 palavras.

Desafio aceito, e concurso ganho. Parece que realmente gostam da Amber.

O conto inclusive está ganhando uma versão quadrinizada pelo traço da talentosa Jéssica Lang.

Amber – Graphic Novel

Versão quadrinizada do mini conto Amber

“Olá, meus caros leitores. Eu sou a Amber e essa é a minha história.
Já tentaram colocar ela em palavras antes, na forma de um conto. Agora estão tentando vender para vocês de um jeito um pouquinho diferente.
Estou aqui para dizer que não importa qual versão você prefira, porque eu estou incrível, como sempre.
Leiam e tirem suas próprias conclusões. E se não gostarem, bem… eu estava mesmo morrendo de fome. ~ Amber”
Conto por J.C.Gray
Roteiro e arte por Jessica Lang

Fuyu no País das Rabanadas

Desde que Fuyu, uma menina albina, que também é uma kitsune (espécie de lobisomem que se transforma em raposa), foi adotada por Tuomas e Erick, tem descoberto pouco a pouco como os costumes do ocidente são diferentes dos do Japão.

Neste Natal, descubra junto com ela o País das Rabanadas neste conto curto e lúdico. Resgate sua criança interior e mergulhe nessa aventura com Fuyu.

Raposinha da Páscoa, o que trazes pra mim?

​”De olhos vermelhos e pelo branquinho, eu também pulo alto mas não sou coelhinho”.

Fuyu é uma pequena Kitsune (licantropo raposa) albina que está morando no ocidente.

Prestes a retornar para o dojo de sua família para as festividades de primavera, ela descobre as comemorações de páscoa, ovos de decorados e o coelhinho da páscoa.
Disposta a fazer uma surpresa para a sua família, ela tem uma grande ideia.

Venha conhecer nesse pequeno conto de pascoa um pouquinho de alguns dos meus personagens, e se divertir com a inocência infantil de Fuyu!

Eva

Eva acredita que seu marido a está traindo, mas não tinha ideia do quanto confrontá-lo mudaria sua vida para sempre.

Assassinada pelo marido, um estranho incomum vai se certificar de que ela tenha a vingança que a Primeira não teve.

Messias

Entre o bem e o mal, há uma linha tênue. Entre um fanatismo e outro também. Cirice, filha de pais que se dizem muito religiosos, está perto de descobrir isto.
Quando o tudo o que te ensinaram se mostra uma mentira, será que uma nova verdade pode salvar sua alma?

Este conto é baseado em músicas da banda Ghost.

Liberte-me

Padre Pedro possui um grande interesse por ocultismo. Após muito estudo consegue conjurar um anjo, e recebe dele três regras simples. Porque essas regras existem? E o principal, o que pode acontecer se ele não obedecê-las?

“Liberte-me” foi o conto de J.C. Gray enviado para a antologia Daemonum Sigillum – As Crônicas da Goécia

Agnus Dei

O convento de Tenebra no interior do Rio de Janeiro pode até parecer comum, mas nem tudo é o que parece. Coisas incomuns ocorrem no local repleto de párias da sociedade como prostitutas, viciadas, etc.
Com Irmãs afundadas nos mais diversos pecados, Agnes se acha melhor que elas.
Enviada por seu pai após descobrir sua ninfomania, acredita que diferente de todas é uma “moça de familia”,
Porém, a chegada da jovem Irmã Liabel pode mostrar a ela o contrário.

Este é o conto da autora presente na antologia Daemonum Revelare – As preces de Tenebra.

A memória das coisas

Se você tivesse o poder de tocar e sentir a memória das coisas, o que gostaria de ver?
Este é um conto em homenagem ao nosso Museu Nacional

“A memória das coisas” foi o conto de J.C. Gray enviado para a antologia Museu de Memórias

A reunião

Se livrar do ensino médio seria uma benção para Julia. Acreditava que só precisaria encarar um ultimo martírio: sua festa de formatura. Mal sabia ela que 14 anos depois, uma reunião muito especial seria marcada com aqueles que lhe fizeram mal

Este é o conto da autora presente na antologia 00h00 do WydCyber.

Deixar ir

Michel é apaixonado por seu melhor amigo, Thomas, em segredo. Ao ser convidado para ser padrinho do casamento dele, será que Michel vai ser forte o bastante para finalmente deixar a pessoa amada ir?

“Deixar Ir” foi o conto de J.C. Gray enviado para a antologia Saber Amar do WydCyber

Honra, ordem e sangue

Rivalidade, honra, vingança e sangue.
Nem toda história em Lurrak é contada por cronistas. Ou nem toda história chega aos cronistas da forma correta. Especialmente as que envolvem as Ordens rivais, dos Galos e dos Abutres.
Esta, certamente, é uma delas, pois nem mesmo o velho cronista dos Abutres, ou quem quer que venha depois dele, sabe toda a verdade, que morrerá, provavelmente em batalha, com os irmãos Barker.

12 Crimes de Natal

Paul Carter é comandante da policia de Los Angeles. Viciado em trabalho, terá um desafio a frente.
Enquanto um serial killer assombra a cidade exigindo sua atenção, o divorcio iminente se torna um novo fantasma em sua mente.
Ele será capaz de encontrar o assassino antes do colapso de sua família?

“12 Crimes de Natal” é um conto Spin-Off de Inimigos Mortais, mas sem o teor sobrenatural.